Reflexão do Dia

  • 0

Reflexão do Dia

Categoria : Publicações ENL

Passa à Macedônia e ajuda-nos! (Atos 16:9) O apóstolo Paulo teve uma visão na qual um homem lhe dizia esta frase. Os macedônios estavam precisando ouvir a Palavra de Deus. Imediatamente se prontificou e foi para aquele lugar levar as boas novas do Evangelho. Nos dias atuais são muitos que ainda clamam por socorro. Os noticiários mostram pessoas sofrendo porque não podem continuar vivendo em suas pátrias, por causa do caos estabelecido. De longe podemos ajudá-las clamando a Deus por misericórdia. Como sofrem! Vemos nas ruas das cidades pessoas maltrapilhas que deixaram suas casas por causa de desilusões, situações mal resolvidas e resolveram ficar perambulando por aí. Precisam de ajuda! Na sociedade são inúmeras as pessoas que, apesar da abundância de bens e recursos financeiros, pedem socorro porque não conseguem encontrar a paz. São ricas financeiramente, mas paupérrimas espiritualmente! Os governantes clamam por socorro porque não sabem o que fazer diante de tanta pressão vinda de todos os lados. Promessas não cumpridas, acordos mal feitos, interesses pessoais. Uma trama foi feita e eles se encontram num emaranhado sem fim. Não sabem para onde ir. Precisam de ajuda! Chegando mais perto, existem os familiares que zombam da nossa fé e não acreditam no Deus que amamos. Mas, no silêncio da noite, quando estão sós, mergulham na escuridão da incerteza, se apavoram diante do medo amanhã… Precisam de ajuda! Pode ser que nunca alguém tenha se dirigido a nós de forma clara e dito: "Venha e me ajude". Mas, pelo discernimento que temos pelo Espírito de Deus, podemos observar, confirmar no coração e nos dispor a sermos canais de bênçãos, instrumentos nas mãos do Todo Poderoso para levar tantos a um encontro pessoal com Jesus. Como está nosso coração? Estamos dispostos? Venha até a minha casa e ajuda-me! Vamos deixar este pedido sem resposta? acesse nosso site: www.edificandoumnovolar.com.br

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


Sobre autor

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Deixe uma resposta

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Abril
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em