Author Archives: Edificando Um Novo Lar

  • 1

  • 0

Curso de Noivos – Inscrições Abertas

Category : Publicações ENL

Estão abertas as inscrições para o Curso de Noivos Edificando Um Novo Lar, com os pastores Ciro e Iara.

O Curso iniciará dia 07/05/17.
Valor: R$ 170,00 o casal.
————–
Para mais informações e inscrições entre em contato conosco:
comunicacao@edificandoumnovolar.com.br
(31) 9.9713-1296 / 9.98402-1580



  • 0

  • 0

Eventos em Junho – Julho 2016

Category : Publicações ENL

Confira abaixo algumas fotos dos eventos realizados em Junho e Julho 2016.

Junho

  • Jantar de Casais – PIB de Uberaba

Julho

  •  9º Congresso Baiano da Família Cristã – Feira de Santana

  • Congresso Ministério Peniel – São Vicente











——————————————————————————————————————–

Torne-se um colaborador(a) financeiro deste ministério, depositando sua contribuição conforme dados abaixo. Assim estará nos ajudando a realizar esta obra de edificação de lares e discipulado de famílias:


ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO EDIFICANDO UM NOVO LAR

CNPJ.: 13.091.313/0001-44

BANCO: ITAÚ

AGÊNCIA: 6506

CONTA: 08295-4


E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”. (Filipenses 4:19)

——————————————————————————————————————–

 


  • 0

Feliz Natal!

Category : Publicações ENL

Feliz Natal


  • 0

Reflexão do Dia – O Lar Edificado na Rocha

Category : Publicações ENL

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade… Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


  • 0

Reflexão do Dia – Vencendo a Escuridão da Alma!

Category : Publicações ENL

Pois como poderei ver o mal que sobrevirá ao meu povo? E como poderei ver a destruição da minha parentela? (Ester 8:6). Apesar de ter a privilegiada posição de rainha, Ester não se esqueceu do seu povo. Sabedora dos planos do inimigo contra a sua parentela e que ela corria risco de morte, posicionou-se de forma a defendê-la, mesmo que lhe custasse a própria vida. Então foi até a presença do rei e lhe contou o que estava acontecendo. Ela precisava que ele demonstrasse boa vontade em ouvi-la a fim de relatar o que estava para ocorrer. Deus ouviu suas orações, honrou-a de forma extraordinária e converteu o coração do rei favoravelmente à sua causa. Ester foi corajosa e ousada ao se expor para defender as pessoas a quem amava e por isso foi bem sucedida. Muitas famílias correm o risco de morte nos dias atuais. Não a morte física, mas a morte espiritual. Vivem num abismo profundo sem esperança e com perspectivas de dias cada vez mais áridos e sombrios. A escuridão da alma é a pior que o ser humano pode enfrentar. Não consegue vislumbrar o futuro, não tem esperança, tudo lhe parece ir de mal a pior. Cada dia é um tormento e mais uma oportunidade para sofrer. Essas pessoas precisam de ajuda e de uma palavra de fé e esperança mostrando-lhes que é possível sair desta condição para viver o melhor que Deus lhes tem preparado. Mas, o que tem sido feito em favor desses familiares que estão neste estado? Que providências têm sido tomadas a fim de evitar que permaneçam submersos nessa imensa escuridão? Sempre tem alguma pessoa na família que já conhece as palavras de vida eterna proclamadas por Jesus. É preciso orar sem cessar, mas faz-se necessária uma intervenção pessoal e dizer aos demais do amor de Deus, do sacrifício de Jesus na cruz, da certeza de uma vida melhor e, sobretudo a convicção da vida eterna. Seria muito bom se essa pessoa tivesse disposição para anunciar de forma clara as boas novas da salvação. Ser um agente de transformação da família é o mínimo que o cristão deve almejar. Assim, será um instrumento para o cumprimento da promessa: Crê no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua casa (Atos 16:31). #edificandoumnovolar #Jesus #Luz

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


  • 0

Reflexão do Dia – A Grama do Vizinho

Category : Publicações ENL

Fiquem satisfeitos com o que vocês têm (Hebreus 13:5). Conforme o dito popular, a grama do vizinho é mais verde até que se perceba que é sintética. O nível de insatisfação do ser humano alcança proporções tais que o levam a posturas nunca antes imaginadas. Frequentemente se tem a impressão de que o outro possui algo melhor. É o homem que não valoriza a sua esposa, a mulher que não respeita seu marido, os filhos que acham os pais caretas, os pais desejosos de que seus filhos fossem iguais aos do vizinho e assim por diante. A vida é feita de escolhas e muito do que temos é fruto de nossa própria vontade. O casamento é fruto de uma escolha tanto do homem quanto da mulher. Na nossa sociedade não existe o costume dos pais escolherem os cônjuges para seus filhos. Uma paixão intensa leva ao namoro, noivado e à escolha final de se casarem para viverem felizes para sempre. No entanto, depois de algum tempo o “encanto” se desfaz para alguns e em poucos meses o casamento acaba. Outros ainda aguentam esperar alguns anos, mas acontece o momento quando tomam a decisão de uma mudança radical e busca de algo novo. Todos possuem virtudes e defeitos. Aquela pessoa sempre alegre, feliz e de agradável relacionamento, somente é reconhecida no recôndito de seu lar. É ali que verdadeiramente mostra o seu caráter, seus defeitos e pontos fracos. Por isso muitos jovens se frustram no início do casamento porque até então estavam acostumados a se verem sempre elegantes e cheirosos, o tempo que passavam juntos era pouco fazendo com que a saudade ocupasse grande espaço no coração. Depois de casados acham que perde a graça. Todos os dias deitam e se levantam ao lado da pessoa amada. Infelizmente muitos se cansam desta “rotina” e passam a ser pessoas descontentes com o que têm. Precisamos ser gratos com tudo o que temos, começando pela nossa família, um grande presente de Deus e se estendendo aos nossos bens, nosso físico, nossas habilidades, nosso temperamento. Deus Se alegrará em saber que reconhecemos que o homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada (João 3:27). #edificandoumnovolar #valorize #gramadovizinho #ameoqueéseu #sejagrato #ame

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


  • 0

Reflexão do Dia – Uma Boa Notícia!

Category : Publicações ENL

Como água fresca para a garganta sedenta é a boa notícia que chega de uma terra distante (Provérbios 25:25). É raro encontrar alguém que ainda não tenha experimentado a terrível sensação de sede. A boca seca, mal se consegue produzir saliva e existe uma forte sensação de mal estar. O corpo clama por um pouco de água que lhe sacie a sede, renove as forças e permita se sentir revigorado. A falta de água causa muitos males ao organismo. As funções intestinais e renais ficam prejudicadas, aumenta a temperatura do corpo, o raciocínio fica prejudicado e terríveis dores podem acometer todo o corpo. Agora se imagine numa travessia no deserto, sem provisão de água, vendo apenas areia diante de si e sem nenhuma perspectiva de encontrar um oásis para lhe matar a sede. De repente, do nada surge uma pessoa com uma boa provisão de água fria e se oferece para matar a sua sede, molhar o seu rosto, refrescar-lhe o corpo e te ajudar a ter as forças renovadas. Uma doce e agradável sensação de vida! Nos dias atuais boas novas acontecem de maneira bem rara. O cotidiano das pessoas tem sido árido, numa verdadeira batalha diante dos diversos desafios e problemas enfrentados. Porém, quando um amigo se aproxima e apresenta boas notícias, provoca um efeito semelhante ao de um copo de água no deserto. Assim acontece com qualquer indivíduo que passa por momentos difíceis. Ora são questões de saúde, ora problemas no relacionamento familiar, ora as consequências do momento do país, ora a crise financeira, social, moral ou espiritual. Receber uma boa notícia é o que mais se espera na atualidade. Seria tão bom se diariamente fosse possível encontrar alguma pessoa portadora de boas novas. Vivenciar esta experiência no dia a dia ajudaria a ter uma vida melhor. Mas existe alguém que está pronto para dar boas novas diárias a todos. Ele é Jesus, o Autor e Consumador da fé. Ele disse: Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância (João 10:10). Cada dia é uma boa notícia e uma nova oportunidade para contemplar as obras das Suas mãos, viver uma vida para louvá-Lo e adorá-Lo e vivenciar o grande amor com o qual tem amado a todos desde o princípio. Continua…

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Maio
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em