Reflexão sobre o tempo de Deus para o casamento

  • 0

Reflexão sobre o tempo de Deus para o casamento

Categoria : Publicações ENL

O tempo perfeito de Deus para o casamento de Isaque estabeleceu-se quando ele tinha 40 anos de idade. Será que o Dono do tempo estava atrasado no cumprimento do propósito de gerar uma grande nação? Sem sombra de dúvida, não! Penso que, nesses 40 anos, o grande idealizador de tão maravilhoso projeto estava preparando o jovem filho de Abraão para que pudesse desempenhar bem seu papel. Nesse tempo, seus pais puderam desfrutar da sua preciosa companhia. Quem sabe sonhando juntos com aquela a quem ele tomaria como sua amada companheira?

Tudo tem seu tempo determinado e há tempo para todo propósito debaixo do céu, afirma o sábio escritor de Eclesiastes. O Criador dos céus e da terra é também o grande Maestro do tempo a orquestrar, de maneira perfeita, harmoniosa e duradoura todo propósito para a vida de Seus filhos. Para Ele, o tempo simplesmente é – no tempo presente. Ele se denomina como o EU SOU. Nós, seres humanos, circunscritos no tempo e no espaço, padecemos com o calendário que, cruelmente, nos faz pensar que o sonho não vai se realizar. Compreender e aceitar o tempo de Deus para as nossas realizações é o grande desafio.

Quantas histórias de casamentos mal sucedidos são descritas nos consultórios de Psicologia e nos gabinetes pastorais, pelo fato de as pessoas terem se precipitado na escolha, no modo e no tempo que não estava em sintonia com o kairos de Deus.

É um grande risco se casar só porque os anos estão se passando, e o medo da solteirice aumenta. Então, para não ficar solteira a pessoa se dá em casamento, sem perguntar a Deus se está certa no seu empreendimento. Enquanto se está solteira, há a possibilidade e a liberdade de escolha. Depois de casada, caso se descubra que não fez a melhor escolha, resta apenas trabalhar com esforço multiplicado para construir a relação. Nenhum cristão, verdadeiramente comprometido com Cristo, deve se casar pensando que, se não der certo, separa.

Enquanto esperamos, precisamos ter em mente que, para grandes propósitos, há sempre uma grande espera. A espera tem a função de trabalhar nosso caráter, levando- nos à maturidade e nos preparando para receber a dádiva de Deus no cumprimento do Seu propósito. Esperar em Deus é um exercício diário da fé bíblica – a fé que agrada o coração do Senhor.

(Trecho: Casamento com propósito – Iara Diniz – 2011)


Sobre autor

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Deixe uma resposta

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Abril
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em