Igreja Batista Caminho da Paz Ministra o Curso de Noivos há 12 anos

Igreja Batista Caminho da Paz Ministra o Curso de Noivos há 12 anos

Category : Publicações ENL

De vez em quando entrevistamos algumas igrejas parceiras para que as mesmas possam compartilhar um pouco de sua experiência na ministração do Curso de Noivos. O objetivo destas publicações é incentivar aos amados irmãos que ainda não implantaram este curso em suas igrejas para que se sintam encorajados a fazê-lo.


Esta será uma maneira de ajudar no fortalecimento da igreja no sentido de edificar novos lares de maneira sólida, para honra e glória do Senhor. O Curso de Noivos da Igreja Batista Caminho da Paz é coordenado pelos irmãos José Carlos e Simone Ferreira. Conheçam então um pouco da experiência de nossos irmãos:


1. Desde quando o Curso de Noivos existe na Igreja? Mais ou menos 12 anos.


2. O que os levou a implantar este curso? Pelos problemas que estavam surgindo entre os casais. O curso serve para instruir e evitar problemas, e para que os noivos entendam que os primeiros anos de um casamento é uma adaptação, um ajuste, é um conhecer o outro mais intimamente, sem máscaras.


3. Por qual motivo escolheu o Ministério Edificando Um Novo Lar como referência? Fizemos este curso antes de nos casarmos, com o Pr. Ciro e Pra Iara. E foi muito importante e prático para o nosso casamento.


4. O que achou do livro Edificando Um Novo Lar? Muito bom e muito completo.


5. Qual a sua opinião a respeito da proposta do ENL no tocante à estrutura de acompanhamento dos noivos? Não conseguimos implantar ainda devido a mudanças constantes nos horários do trabalho secular.


6. Como tem sido sua experiência na aula do curso onde os pais dos noivos estão presentes (Se vocês tem esta aula)? Às vezes colocamos esta aula, outras não colocamos pelas dificuldades que os casais apresentam. Mas achamos ela ser necessária, para que os pais entendam o curso, e possam saber o papel deles no casamento dos filhos, e como devem manter a distância, sem se sentirem abandonados e sem valor, segundo o tema do “deixar”.


7. Algum comentário adicional? Temos retorno muito grande dos alunos que participaram. Eles sempre incentivam os outros para fazerem o curso, muitos dizem que sentem saudades. No final do curso muitos homens confessam que foram fazer o curso só para agradar a noiva. E no final, quer dizer “bem no início” eles falam que pensavam que já sabiam de tudo, e descobrem que não sabiam era nada, e que estavam gostando do curso. E são eles os que mais perguntam e participam. A timidez vai embora. Na última turma tivemos um casal católico, em que a mãe da noiva era espírita e a mãe do noivo católica fervorosa. Foi o casal mais pontual, inclusive o nosso pastor fez o casamento deles, e são muito carinhosos conosco, e falam para todos como o curso foi bom e sempre mandam recados dizendo que sentem saudades e estão tentando que outros casais amigos façam o curso também. O interessante é que eles disseram que queriam casar para dar certo, e que foram fazer o curso com este objetivo.


Se você deseja ser um colaborador(a) financeiro deste ministério, deposite sua contribuição conforme dados abaixo:


ASSOCIAÇÃO MINISTÉRIO EDIFICANDO UM NOVO LAR

CNPJ.: 13.091.313/0001-44

BANCO: ITAÚ

AGÊNCIA: 6506

CONTA: 08295-4

E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir, em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades”. (Filipenses 4:19)


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Reflexão do Dia

"Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" (Mateus 16:26). Jesus disse que, por mais que o homem se esforce e até mesmo ganhe o mundo inteiro, de nada valerá seu esforço se vier a perder sua alma. Podemos fazer uma analogia deste versículo com a família. Existem pessoas que se matam de trabalhar quase que ininterruptamente: dia e noite, noite e dia, entra ano sai ano. Estão sempre ligadas, como se houvesse nelas um gerador que funciona 24 horas por dia. Não se sentem no direito de um tempo de descanso e relaxamento com a família. Férias então? “Nem pensar.” “É pura perda de tempo!”. O seu principal foco é sempre o trabalho. Alguns até dizem que seu nome é “trabalho” e o sobrenome “hora extra”. Não é bom que seja assim. Todo exagero é prejudicial. Foi Deus quem determinou ao homem trabalhar. E isso desde o Jardim do Éden. É preciso trabalhar, pois é através do suor do rosto que são gerados os recursos para o sustento familiar. No entanto, faz-se necessário que marido e esposa estejam atentos às necessidades mútuas bem como de seus filhos. Uma família que o marido sai cedo chega tarde e não tem condições de usufruir da companhia dos filhos até mesmo nos finais de semana crescerá manca. Há que se considerar também a esposa que se vira para dar conta dos afazeres do lar. Cuida das crianças e ainda resolve outras questões por causa da ausência do marido. E quando também a mulher se encontra nesta condição? Neste caso quem sofre são os avós, colocados por muitos como babás de seus netos. Maridos e esposas, tenham consciência da necessidade de viverem a vida comum do lar com discernimento. Procurem dar qualidade ao tempo livre. Chegar a casa de verdade, doar-se um ao outro, ouvir as crianças, brincar com elas, procurar saber do cônjuge como foi o dia são atitudes que facilitam e ajudam a manter uma família alegre, unida e feliz. Trabalhem, produzam, mas não se esqueçam da família. De nada adiantará todo o sucesso profissional mediante o fracasso na família. ------------------- Texto: @ciro.depaula -------------------- #EdificandoUmNovoLar #Family

Uma publicação compartilhada por Edificando Um Novo Lar (@edificandoumnovolar) em

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!