Desfrute do privilégio de ser mulher

Desfrute do privilégio de ser mulher

Category : Publicações ENL

Desfrute do privilégio de ser mulher

Uma tarde gloriosa marcou o sábado (12/03/11) de centenas de mulheres na Igreja Batista da Lagoinha. O ministério Mulheres em Ação, liderado pela Pra Ana Lúcia, realizou uma palestra em homenagem ao dia internacional da mulher, comemorado no dia 08 de março, para as mulheres receberem o renovo de Deus.

A Pra Iara Diniz, líder da Central Ministerial da Família e convidada a ministrar para as mulheres, falou sobre o tema “Desfrute do privilégio de ser mulher” à luz da Palavra de Deus. Segundo ela, para se desfrutar desta dádiva de Deus, é preciso ir contra dois grandes paradigmas que a sociedade criou acerca da mulher.

1)      Desvalorização: A mulher é muito valiosa para Deus (Gênesis 2:18 e Provérbios 31:10). A mulher é um presente especial de Deus para os homens. Ela precisa internalizar seu valor, resgatando sua identidade em Cristo para se valorizar.

2)      A mulher deve reassumir o papel do homem: A mulher tem um papel importante na sociedade e bem definido segundo Deus. Não devemos querer assumir o lugar do homem. Deus não compactua conosco quando não estamos na posição que Ele determinou. (1 Pedro 3:7)

Quando se entende o verdadeiro valor da mulher em Cristo e seu papel segundo os planos de Deus é possível assim desfrutar dos privilégios de ser uma mulher.

1)      Ser companheira: a mulher tem facilidade de se doar, manter amigos, cuidar das pessoas.

2)      Ter sensibilidade feminina: a mulher é sensível a dor do outro, é sensível ao Espírito Santo, é sentimental, é doce.

3)      Maternidade: quão maravilhoso é o privilégio se ter sido escolhida por Deus para gerar outro ser e quão gratificante é dar a luz a um filho. É um milagre de Deus que só a mulher tem o privilégio.

4)      Ser feminina: existem coisas que são particulares da mulher, usar uma bela roupa, se maquiar, ser delicada ao toque, presentear, se cuidar. (Provérbios 11:16)

5)      Ter um encontro amoroso com Jesus: como a mulher Samaritana que não tinha marido, era desvalorizada e teve um encontro especial com o Amado de nossas almas. (Joaõ 4)

6)      Tocar Jesus e receber virtudes Dele: como a mulher do fluxo de sangue, que sofreu por muitos anos e no meio de uma multidão que encostava em Jesus, somente ela, que tocou levemente a orla da veste de Jesus, recebeu virtude Dele, chamou sua atenção e foi curada. É preciso ser ousada para tocar em Jesus (Mateus 9:19-22)

7)      Aprender com Jesus: todas as mulheres que acompanharam Jesus aprenderam muito com Ele, em especial Maria, irmã de Marta, que escolheu a melhor parte e Jesus se dispôs a dar atenção a ela e ensinar as coisas de Deus.

8)      Servir a Jesus: Marta é muito criticada por alguns pregadores quando se fala sobre a ocasião em que ela murmurou por sua irmã não ajudá-la quando recebia Jesus em sua casa. No entanto, ainda que ela não tenha escolhido estar aos pés de Jesus, como mulher, ela se dispôs a servir Jesus. Ela cozinhou para Ele e seus discípulos. (Lucas 10: 28-32)

9)      Exercer várias funções: A mulher de Provérbios 31 é, sem duvida, o melhor exemplo de como a mulher pode exercer muitas funções com excelência. Isso é dom de Deus.

“Ser mulher é um privilégio e dádiva de Deus. Assim como Deus fez o homem com suas qualidades, Deus também criou as mulheres com muito amor e detalhes. Em toda a Escritura Sagrada podemos ver exemplos de mulheres que de forma especial, escolhidas por Deus, mudaram histórias, libertaram povos, cuidaram de enfermos, serviram ao Senhor. Diferente do que a sociedade quer determinar sobre a vida das mulheres, desvalorizando-as, manipulando-as, confundindo sua posição em casa, no trabalho e no mundo, Deus, o Soberano Criador, com suas próprias mãos e com o amor que só Ele tem, fez a mulher. Um ser especial, amado por Deus e que tem um papel importantíssimo na vida dos homens, sejam maridos, filhos, netos, amigos, vizinhos” – encerrou Pra Iara Diniz.

Pra Ana Lúcia agradeceu mais uma vez a presença da ministrante em nome do ministério e das mulheres presentes na palestra. “É maravilhoso como Deus usou a Pra Iara para trazer cura aos nossos corações nos fazendo entender quão grande é o privilégio de ser mulher”, disse.

 


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Reflexão do Dia

"Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" (Mateus 16:26). Jesus disse que, por mais que o homem se esforce e até mesmo ganhe o mundo inteiro, de nada valerá seu esforço se vier a perder sua alma. Podemos fazer uma analogia deste versículo com a família. Existem pessoas que se matam de trabalhar quase que ininterruptamente: dia e noite, noite e dia, entra ano sai ano. Estão sempre ligadas, como se houvesse nelas um gerador que funciona 24 horas por dia. Não se sentem no direito de um tempo de descanso e relaxamento com a família. Férias então? “Nem pensar.” “É pura perda de tempo!”. O seu principal foco é sempre o trabalho. Alguns até dizem que seu nome é “trabalho” e o sobrenome “hora extra”. Não é bom que seja assim. Todo exagero é prejudicial. Foi Deus quem determinou ao homem trabalhar. E isso desde o Jardim do Éden. É preciso trabalhar, pois é através do suor do rosto que são gerados os recursos para o sustento familiar. No entanto, faz-se necessário que marido e esposa estejam atentos às necessidades mútuas bem como de seus filhos. Uma família que o marido sai cedo chega tarde e não tem condições de usufruir da companhia dos filhos até mesmo nos finais de semana crescerá manca. Há que se considerar também a esposa que se vira para dar conta dos afazeres do lar. Cuida das crianças e ainda resolve outras questões por causa da ausência do marido. E quando também a mulher se encontra nesta condição? Neste caso quem sofre são os avós, colocados por muitos como babás de seus netos. Maridos e esposas, tenham consciência da necessidade de viverem a vida comum do lar com discernimento. Procurem dar qualidade ao tempo livre. Chegar a casa de verdade, doar-se um ao outro, ouvir as crianças, brincar com elas, procurar saber do cônjuge como foi o dia são atitudes que facilitam e ajudam a manter uma família alegre, unida e feliz. Trabalhem, produzam, mas não se esqueçam da família. De nada adiantará todo o sucesso profissional mediante o fracasso na família. ------------------- Texto: @ciro.depaula -------------------- #EdificandoUmNovoLar #Family

Uma publicação compartilhada por Edificando Um Novo Lar (@edificandoumnovolar) em

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!