Reflexão do Dia – Obediência: uma atitude de amor

  • 0

Reflexão do Dia – Obediência: uma atitude de amor

Category : Publicações ENL

Um homem tinha dois filhos. Chegando-se ao primeiro, disse: Filho, vai hoje trabalhar na vinha. Ele respondeu: Sim, senhor; porém não foi. Dirigindo-se ao segundo, disse-lhe a mesma coisa. Mas este respondeu: Não quero; depois, arrependido, foi. (Mateus 21:28-30). Neste episódio temos a história de dois filhos: O primeiro imediatamente se prontificou a atender ao pedido do pai e o segundo recusou. No entanto, o desenrolar dos fatos mostra a inversão de atitudes. O primeiro enganou o pai e não foi. O segundo se arrependeu, pensou e entendeu que deveria obedecer. Então, deixou seus afazeres, seus interesses pessoais e foi atender ao pedido de seu pai. A obediência é uma atitude de amor, respeito e consideração. Vivemos dias nos quais muitos pais enfrentam sérios problemas por causa da desobediência dos filhos. Não conseguem inculcar em sua mente que precisam seguir o mandamento divino: Filhos, em tudo obedecei a vossos pais; pois fazê-lo é grato diante do Senhor (Colossenses 3:20). Vivem numa situação de constantes conflitos familiares provocados pelas suas atitudes de desobediência. Ensinar o princípio da obediência aos filhos é responsabilidade dos pais. No entanto, para que sejam bem sucedidos é preciso dar um bom exemplo. Quando os filhos perceberem que os pais são obedientes a Deus, às leis, às regras de conduta no condomínio, aos líderes e demais autoridades, terão em quem se espelhar. Pouco ou nada adiantará os pais falarem continuamente aos filhos que devem ser obedientes, mas agirem de forma diferente ao que dizem. A família foi terrivelmente prejudicada desde o princípio por causa da desobediência. Deus havia ordenado ao homem e à mulher que não comessem do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Eles comeram. O resultado todos nós sabemos. Procuremos neste dia ajudar nossos filhos a entender que é melhor se beneficiar das bênçãos decorrentes da obediência do que enfrentar as terríveis consequências provenientes da desobediência. #EdificandoUmNovoLar #pais#mães#filhos#princípios#obediência#famíliafeliz#famíliaestruturada#FamíliaBenditaDoSenhor#casamento#aliança#educaçãodefilhos#lar#PalavraDeDeus#Jesus

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Maio
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em