Reflexão do Dia – A Paz no Lar

  • 0

Reflexão do Dia – A Paz no Lar

Categoria : Publicações ENL

Sabeis estas coisas, meus amados irmãos. Todo homem, pois, seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar (Tiago 1:19). Um dos grandes segredos para a manutenção da paz no lar é a observância deste versículo. Cada membro da família precisa estar atento às suas reações diante de situações nas quais conflitos podem ser gerados. É natural ao ser humano fazer exatamente o contrário do que diz o texto bíblico. Em momentos de tensão a tendência é dar lugar à ira em primeiro lugar. Depois abrir a boca e despejar em cima dos outros pesadas palavras que ferem, humilham e desprezam. Finalmente, se dispõe a ouvir. Quando a outra pessoa, depois de passar pela situação de extremo estresse tem a oportunidade de falar, a verdade vem à tona e os fatos são esclarecidos. Somente resta ao que ficou irado e falou sem pensar, corar de vergonha, reconhecer seu erro, pedir perdão e procurar redimir-se. A Bíblia ensina que tudo pode ser resolvido de maneira bem mais prática e fácil. Para que provocar o outro à ira com as suas reações e palavras? Por qual motivo é tão difícil ouvir primeiro, antes de tomar qualquer atitude? Existe alguma razão para julgar o outro? Será que não é possível esperar suas explicações? Muitos casamentos têm sido destruídos pela falta de paciência, compreensão e bom senso dos cônjuges. No decorrer dos anos são palavras e mais palavras amargas e ferinas ditas um ao outro. Provocam feridas que demoram muito para sarar e deixam marcas profundas na alma. Não é possível haver paz no lar agindo desta maneira. É preciso autodisciplina, educação e boa vontade para aprender a agir da forma correta. Para quem tem esta dificuldade, que tal começar hoje uma mudança completa para que o ambiente familiar seja mudado? Importante lembrar as palavras do sábio escritor: Responder antes de ouvir é estultícia e vergonha (Provérbios 18:13). #EdificandoUmNovoLar #CasamentoComPropósito #Casamento #famíliafeliz #famíliaestruturada #Família #aprendendoaouvir#alegria #paznolar#Jesus #PalavraDeDeus #aliança #unidade #harmonia #paz #compromisso #compreensão #sabedoria

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


Sobre autor

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Deixe uma resposta

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Março
DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em