Reflexão do Dia – Família, Lugar de Paz

  • 0

Reflexão do Dia – Família, Lugar de Paz

Category : Publicações ENL

Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta (Mateus 5:23-24). As famílias enfrentam diariamente os desafios quanto à resolução de conflitos. Vez por outra ocorrem momentos de tensão onde alguns membros discordam de determinadas situações gerando impasses sem conseguirem chegar a um acordo. Em algumas ocasiões a situação fica tão grave que existem pessoas que optam por se ausentarem da casa. Fogem daquele momento difícil, tentando deixar que o tempo passe e tudo se resolva automaticamente. É comum maridos e esposas irem prestar culto ao Senhor tendo pendências pessoais. Chegam à igreja, cantam, louvam, adoram ao Senhor, ofertam e voltam para casa. Então… Tudo acontece novamente. A guerra continua. Não houve conserto. Não há diálogo. Apenas foram à Casa do Senhor cumprir uma obrigação. Não meditaram na Palavra que foi ministrada e mal se olhavam nesse período. Jesus falou muito claramente que primeiro deve ser promovida a reconciliação para depois ofertar. Como assim? Isso mesmo! Como o Senhor poderá receber uma oferta se existe o desacordo com o irmão? Para Ele mais importante do que o dinheiro é o coração. Quando o mesmo está rendido a Ele de forma incondicional e procura ser um instrumento de paz e harmonia no lar com certeza estará agradando ao Pai. O lar deve ser o melhor lugar para se viver. Deve haver alegria completa quando chega a hora de voltar para casa ou então quando se aproxima o momento de alguém chegar. Boas expectativas, previsão de momentos felizes, tudo isso será sempre possível quando existe a consciência de que é preciso haver sempre a reconciliação entre os membros da família. Agindo assim todos estarão livres para, com alegria entregarem seu melhor ao Senhor e se deleitarem na Sua presença nos momentos de louvor e adoração. #EdificandoUmNovoLar #perdão #conserto #oferta #reconciliation #irmãos #paz #harmonia #santificação #lar #home #brother #aliança #Jesus #PalavraDeDeus #Bible

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Maio
DomSegTerQuaQuiSexSab
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em