Reflexão do Dia – O Tempo Perfeito de Deus

Reflexão do Dia – O Tempo Perfeito de Deus

Category : Publicações ENL

Considerava ainda eu assim, no meu íntimo, quando saiu Rebeca trazendo o seu cântaro ao ombro, desceu à fonte e tirou água. E eu lhe disse: peço-te que me dês de beber. Ela se apressou e, baixando o cântaro do ombro, disse: Bebe, e também darei de beber aos teus camelos. Bebi, e ela deu de beber aos camelos (Gênesis 24:45-46). Lembro-me de quando ainda solteiro, não estava namorando e sempre falava com os amigos que era muito difícil saber a vontade de Deus nesta área. Primeiro porque havia a insegurança de errar na escolha. Em segundo lugar devido o desconhecido e o novo de certa forma provocavam angústia no coração. Reconheço que este período pré-namoro é um dos mais difíceis vividos por todos os que buscam encontrar seu cônjuge. Isaque já estava com quarenta nos e ainda não havia encontrado a sua esposa. Consciente de que poderia ajudar o filho, Abraão encarregou seu servo Eliezer para ir até sua parentela encontrar aquela que seria sua nora. Teria de fazer parte do seu povo, ter o temor a Deus, falar a mesma linguagem e estar disposta a deixar sua casa para unir-se ao seu noivo. Rebeca estava trabalhando quando foi encontrada por Eliezer. Diariamente ia até a fonte com seu cântaro buscar água. De bom grado e com alegria no coração realizava sua tarefa. Por isso, ao ser abordada por Eliezer não lhe foi penoso dar-lhe água e cuidar dos dez camelos. Um camelo consome até duzentos litros de água de uma vez. Como haviam feito uma longa viagem seus reservatórios estavam bem vazios. No entanto, Rebeca sozinha cuidou daqueles animais. Se o cântaro comportava vinte litros de água, imagine quantas viagens teve de dar para finalizar sua tarefa. Ela foi aprovada pela sua atitude de servir Eliezer e saciar a sede de seus camelos. Estar junto à Fonte de Água Viva é um pré-requisito para encontrar a pessoa amada. É o melhor lugar para saciar a própria sede e ser instrumento de bênção na vida dos outros. Enquanto o noivo ou a noiva não vem, mantenha-se junto a esta Fonte. Beba diariamente da Água da Vida, alimente-se da Palavra, ore e espere o milagre acontecer. Um dia, qualquer dia, não se sabe quando, o noivo ou a noiva vai aparecer. Segue..

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Reflexão do Dia

"Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?" (Mateus 16:26). Jesus disse que, por mais que o homem se esforce e até mesmo ganhe o mundo inteiro, de nada valerá seu esforço se vier a perder sua alma. Podemos fazer uma analogia deste versículo com a família. Existem pessoas que se matam de trabalhar quase que ininterruptamente: dia e noite, noite e dia, entra ano sai ano. Estão sempre ligadas, como se houvesse nelas um gerador que funciona 24 horas por dia. Não se sentem no direito de um tempo de descanso e relaxamento com a família. Férias então? “Nem pensar.” “É pura perda de tempo!”. O seu principal foco é sempre o trabalho. Alguns até dizem que seu nome é “trabalho” e o sobrenome “hora extra”. Não é bom que seja assim. Todo exagero é prejudicial. Foi Deus quem determinou ao homem trabalhar. E isso desde o Jardim do Éden. É preciso trabalhar, pois é através do suor do rosto que são gerados os recursos para o sustento familiar. No entanto, faz-se necessário que marido e esposa estejam atentos às necessidades mútuas bem como de seus filhos. Uma família que o marido sai cedo chega tarde e não tem condições de usufruir da companhia dos filhos até mesmo nos finais de semana crescerá manca. Há que se considerar também a esposa que se vira para dar conta dos afazeres do lar. Cuida das crianças e ainda resolve outras questões por causa da ausência do marido. E quando também a mulher se encontra nesta condição? Neste caso quem sofre são os avós, colocados por muitos como babás de seus netos. Maridos e esposas, tenham consciência da necessidade de viverem a vida comum do lar com discernimento. Procurem dar qualidade ao tempo livre. Chegar a casa de verdade, doar-se um ao outro, ouvir as crianças, brincar com elas, procurar saber do cônjuge como foi o dia são atitudes que facilitam e ajudam a manter uma família alegre, unida e feliz. Trabalhem, produzam, mas não se esqueçam da família. De nada adiantará todo o sucesso profissional mediante o fracasso na família. ------------------- Texto: @ciro.depaula -------------------- #EdificandoUmNovoLar #Family

Uma publicação compartilhada por Edificando Um Novo Lar (@edificandoumnovolar) em

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!