Reflexão do Dia – Quem Ama, Espera!

  • 0

Reflexão do Dia – Quem Ama, Espera!

Categoria : Publicações ENL

Assim, por amor a Raquel, serviu Jacó sete anos; e estes lhe pareceram como poucos dias, pelo muito que a amava (Gênesis 29:20). Jacó e Raquel protagonizaram uma das mais lindas histórias de amor relatadas nas Sagradas Escrituras. Desde o primeiro momento quando a viu, o coração de Jacó se inclinou para aquela jovem que era formosa de porte e semblante. Então propôs ao pai de Raquel, que o serviria pelo período de sete anos, para tê-la como recompensa. Era tão grande o seu sentimento por ela que aquele tempo passou tão rápido a ponto de lhe parecerem como poucos dias. Para Jacó não foi penoso esperar pelo tempo determinado, por causa da expectativa que tinha em receber Raquel como esposa. Porém a Bíblia relata que ele precisou trabalhar mais tempo do que havia planejado para conseguir seu intento. Não existe o relato se este novo período lhe foi custoso ou não. O que se sabe é que Jacó perseverou e não se deixou abater por precisar esperar por novo período de sete anos. Existem duas situações vivenciadas por todos os que sonham em edificar um novo lar. A primeira refere-se à hora certa para conhecer a pessoa pela qual seu coração se inclinará. Normalmente este é o período mais difícil porque requer paciência e fé, acreditando que no tempo certo se dará o encontro. Já depois de encontrada a pessoa e iniciado o namoro existe outra espera também desafiadora que é de aguardar o momento certo para o conhecimento da intimidade física. Muitos jovens se envolveram em problemas porque não souberam esperar o casamento para o início da vida sexual. Daí o fato de experimentarem frustrações pelos atos cometidos, principalmente quando, após consentirem com a intimidade veem seu namoro ou noivado rompido. Havia confiança na outra pessoa, acreditava-se que ela lhe amava e que pretendia investir num relacionamento duradouro. Porém, a partir do momento em que obteve seu intento, a paixão que ardia no coração se esvaiu e não havia mais nenhuma motivação para continuar. Vale a pena confiar em Deus e acreditar que, quando as coisas acontecem no tempo determinado por Ele, o resultado final será sempre abençoador. #edificandoumnovolar #esperar #amor

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


Sobre autor

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Deixe uma resposta

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Março
DomSegTerQuaQuiSexSab
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031 

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em