Reflexão do Dia – A Grama do Vizinho

  • 0

Reflexão do Dia – A Grama do Vizinho

Category : Publicações ENL

Fiquem satisfeitos com o que vocês têm (Hebreus 13:5). Conforme o dito popular, a grama do vizinho é mais verde até que se perceba que é sintética. O nível de insatisfação do ser humano alcança proporções tais que o levam a posturas nunca antes imaginadas. Frequentemente se tem a impressão de que o outro possui algo melhor. É o homem que não valoriza a sua esposa, a mulher que não respeita seu marido, os filhos que acham os pais caretas, os pais desejosos de que seus filhos fossem iguais aos do vizinho e assim por diante. A vida é feita de escolhas e muito do que temos é fruto de nossa própria vontade. O casamento é fruto de uma escolha tanto do homem quanto da mulher. Na nossa sociedade não existe o costume dos pais escolherem os cônjuges para seus filhos. Uma paixão intensa leva ao namoro, noivado e à escolha final de se casarem para viverem felizes para sempre. No entanto, depois de algum tempo o “encanto” se desfaz para alguns e em poucos meses o casamento acaba. Outros ainda aguentam esperar alguns anos, mas acontece o momento quando tomam a decisão de uma mudança radical e busca de algo novo. Todos possuem virtudes e defeitos. Aquela pessoa sempre alegre, feliz e de agradável relacionamento, somente é reconhecida no recôndito de seu lar. É ali que verdadeiramente mostra o seu caráter, seus defeitos e pontos fracos. Por isso muitos jovens se frustram no início do casamento porque até então estavam acostumados a se verem sempre elegantes e cheirosos, o tempo que passavam juntos era pouco fazendo com que a saudade ocupasse grande espaço no coração. Depois de casados acham que perde a graça. Todos os dias deitam e se levantam ao lado da pessoa amada. Infelizmente muitos se cansam desta “rotina” e passam a ser pessoas descontentes com o que têm. Precisamos ser gratos com tudo o que temos, começando pela nossa família, um grande presente de Deus e se estendendo aos nossos bens, nosso físico, nossas habilidades, nosso temperamento. Deus Se alegrará em saber que reconhecemos que o homem não pode receber coisa alguma se do céu não lhe for dada (João 3:27). #edificandoumnovolar #valorize #gramadovizinho #ameoqueéseu #sejagrato #ame

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em


About Author

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Leave a Reply

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Junho
DomSegTerQuaQuiSexSab
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930 

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em