Depressão em família

  • 0

Depressão em família

Categoria : Publicações ENL

A depressão é uma enfermidade que tem adentrado em muitos lares hoje em dia. E na maioria dos casos, os familiares não sabem lidar com a situação do deprimido.

O deprimido está quase sempre triste ou angustiado, com uma irritabilidade constante, e com frequência demonstra ansiedade. Uma sensação de medo também pode estar presente. Outras características são: perda do interesse por atividades que antes eram agradáveis, alteração do sono e no apetite, perda do interesse sexual, sensação de abandono e desesperança.

Quanto mais a família conhecer a enfermidade mais fácil fica a compreensão do comportamento do indivíduo. O apoio e auxilio da família são fundamentais na recuperação do doente. Muitas vezes, o deprimido também reage de forma a se isolar, mas a família precisa estar perto, dialogar, acompanhar o quadro.

A família ou pessoas mais próximas podem colaborar com o deprimido, procurando ter um relacionamento normal, demonstrando afeição, respeito, oferecendo incentivos, elogios, e atividades. Censurar e acusar o deprimido não vai ajudar em nada. Boa parte dos deprimidos que se suicidam foram rejeitados pelos familiares que não tinham paciência ou entendimento para lidar com eles.

A depressão pode também ter um impacto significativo no padrão de comportamento dos outros membros da família. Os deprimidos têm certa dificuldade em se relacionar com os outros. Por exemplo, a depressão é pode ser acompanhada por um aumento das discussões conjugais. Os cônjuges de pessoas deprimidas têm tendência a ficarem frustrados com estes. Contudo, um apoio conjugal forte, poderá resultar em melhorias mais rápidas.

Se a depressão chegou na sua casa, seja através da sua vida ou de alguém querido, você precisa buscar ajuda. A Palavra de Deus nos diz que “A alegria do Senhor é a nossa força” (Neemias 8:10). Em Deus podemos encontrar o reforço necessário para superar qualquer depressão.


Sobre autor

Edificando Um Novo Lar

O Edificando Um Novo Lar atua nesta área há mais de 27 anos e tem como proposta oferecer um acompanhamento sistemático aos jovens e adultos em fase preparatória para a vida a dois.

Deixe uma resposta

Busca

Newsletter

Fique por dentro das novidades do Ministério Edificando Um Novo Lar! Inscreva seu e-mail e receba diariamente novidades, notícias, mensagens, etc!

Agenda

< 2017 >
Abril
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30      

Reflexão do Dia

Todo aquele, pois, que ouve estas minhas palavras e as pratica será comparado a um homem prudente que edificou a sua casa sobre a rocha; e caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa, que não caiu, porque fora edificada sobre a rocha (Mateus 7:24-25). O lar edificado na Rocha está seguro porque seus fundamentos são sólidos. Esta casa é constituída por um homem que reconhece e pratica suas responsabilidades contidas na Palavra na condição de marido. Entende a necessidade de amar sua esposa como Cristo amou a igreja. Busca satisfazer os desejos de seu coração, a acolhe, sustenta e lhe faz bem. Ele tem o entendimento de que, se não cumprir com as determinações contidas nas Sagradas Escrituras não lhe será possível ser bem sucedido. Por maior que seja seu sucesso na vida profissional, na sociedade e no ministério, se não estiver cumprindo com seu papel dentro de casa, não será um homem feliz. Este lar ainda tem uma mulher consciente de que Deus a colocou como auxiliadora idônea e como tal deve proceder. Honra e respeita o marido, lhe faz bem todos os dias e cuida para que sua casa esteja sempre organizada. Se ela não se posicionar como alguém que reconhece a posição de seu marido, sofrerá muitos reveses, pois terá a tendência de agir por conta própria, entrar em competição com ele e provocar situações de conflitos. Sabe-se que a família está sujeita a enfrentar a chuva, tempestades, ventos fortes que sopram tentando abalar sua estrutura. No entanto, apesar de todas as adversidades, ela permanecerá firme, equilibrada e não será abalada pelas intempéries, pois tem um homem e uma mulher prudentes e que edificaram sua casa em firmes fundamentos. Por ser firmado na Rocha este lar será sempre um local de adoração, um porto seguro, onde cada pessoa sentirá segurança. Nada abala a fé e convicção de que Deus está no controle. Os filhos aprendem com o bom exemplo de seus pais e crescem ampliando o conhecimento para também ajudarem na edificação de seu lar em Cristo. Mais tarde, quando se casarem seus lares serão igualmente firmados na Rocha porque aprenderam, desde a tenra idade... Continua:

Uma foto publicada por Ciro Eustáquio Lima de Paula (@ciro.depaula) em